domingo, 12 de outubro de 2008

Pressa


Em mais uma das minhas "viagens" por textos na net, encontrei um muito bacana que nos leva a pensar sobre o nosso cotidiano. Temos paciência? Ou queremos tudo naquele exato momento?


"Temos pressa para ouvir "EU TE AMO", não vemos a hora de que fiquem estabelecidas as regras de convívio: Somos namorados, ficantes, casados, amantes? Urgência emocional. Uma cilada. Associamos diversas palavras ao AMOR: Paixão, Romance, Adrenalina, Palpitação. Esquecemos, no entanto, da palavra que viabiliza esse sentimento: " Paciência". Amor sem paciência não vinga. Amor não pode ser mastigado e engolido com emergência, com fome desesperada. É preciso degustar cada pedacinho do Amor. Mas não. Temos urgência. Queremos a resposta do e-mail ainda hoje; Queremos que o telefone toque sem parar; Queremos que ele se apaixone assim que souber nosso nome; Queremos que ele se renda logo após o primeiro beijo ; E não toleraremos recusas, E não respeitaremos dúvidas, E não abriremos espaço na agenda para esperar. Pobres de nós, que só queremos uma coisa nessa vida, " Sermos Amados ". Atiramos para todos os lados e somos baleados por qualquer um. E o coração leva um monte de pontos por causa dessa tragédia chamada: PRESSA . "

Um comentário:

Carlos Durães disse...

Olá, posso deixar um link do seu blog no meu?
Bj
Carlos